Login

Register

Login

Register

Esta é a era da alimentação funcional

Alimentos funcionais

O interesse dos consumidores em alimentos e bebidas funcionais cresce consistentemente. E as razões são as mais diversas possíveis.

 

O que você faria se observasse um aumento claro e repentino na demanda de mercado por pães artesanais? Iniciaria sua própria padaria? Seria melhor entender mais profundamente as razões que levaram a isto antes de tomar uma decisão de mercado tão arriscada e onerosa, não é mesmo?

Pães artesanais são, geralmente, fermentados naturalmente e a fermentação está altamente associada à saúde mental e gástrica. Entre outros fatores, este suposto aumento repentino poderia estar associado a uma nova tendência e consumo, por algumas características funcionais de um produto já consagrado.

A questão aqui é bastante clara: conhecer a funcionalidade que interessa aos consumidores é o ponto de partida para inovar em produtos que atendam com excelência a demanda. Melhor do que perceber um movimento claro no mercado de consumo final é entender as razões que motivam esta dinâmica e se dedicar a explorar a tendência.

Exemplos não faltam

A Ashwagandha, ou ginseng indiano, é usada para o alívio do estresse. O xarope de plátano, para perda de peso. A moringa é um substituto natural para a Ritalina. Suco de salsão para foco. Hortelã, melancia e rabanete para melhorar a qualidade digestiva. Mas há muito mais. Encontrar as razões por trás das tendências é um passo decisivo para industrias alimentícias atualmente. 

Saber o que está em alta é importante mas saber o porquê disso é ainda mais. Com consumidores cada vez mais dedicados a buscar informação sobre seus hábitos alimentares e os benefícios de suas escolhas, logo não haverá mais espaço para a tentativa e erro, para “achismos” ou para apostas em características simples como diferencial.

Juventude estendida

Entre as tendências mais procuradas está o combate ao envelhecimento precoce. Ele, aliás, está em franco crescimento, com o veganismo se destacando como uma das principais armas dos consumidores para, pelo menos, parecerem mais jovens por mais tempo. 

A mudança brusca de dieta neste sentido é um desafio que poucos estão dispostos a encarar, mas a opção gradual por produtos adequados ao perfil pode acolher este desejo do mercado consumidor sem que os sacrifícios sejam (muito) grandes.

A busca pelo sono perdido

Noites de sono de qualidade são objetivos declarados por um contingente enorme. O uso de hashtags relacionadas ao tema cresceu exponencialmente nos últimos anos. O leite dourado, uma bebida ayurveda muito difundida nos últimos anos, está no topo das listas de pessoas que buscam uma forma mais natural para indução do sono.

Com uma sociedade cada vez mais conectada, exigente e comunicativa, pessoas têm sofrido para pegar no sono naturalmente ou até sacrificando horas importantes para conseguir encaixar todas as suas vontades nas “limitadas” 24 horas de cada dia.

O bem-estar como novo Deus

A busca pelo bem-estar (em alguns casos, chamado de plenitude) se tornou uma nova filosofia social. A sensação de saúde total, indo além do fato de não estar doente, é o mote desta “religião”. 

Inúmeros movimentos dirigidos à saúde tem se dedicado ao bem-estar além da saúde física e mental, envolvendo alternativas para desenvolver todos os aspectos do conceito. Alimentos e bebidas tem papel preponderante nisso, sendo muitas vezes entendidos como base para atingir o objetivo da plenitude.

Saúde mental e gástrica

Consumidores que procuram desenvolver e proteger sua saúde cognitiva tem optado por ingredientes naturais em suas rotinas, valendo-se de suas propriedades de estimulo cerebral. Por exemplo, o consumo de batatas doces decolou na última década por ter uma de suas principais características funcionais ligadas aos benefícios esperados. 

A própria saúde gástrica tem papel importante sobre o bem-estar geral. Casos de ansiedade, enxaquecas, dermatites e desequilíbrio hormonal tem sido relacionados ao mal funcionamento do sistema digestivo.

A perda de peso é outro fator ainda mais óbvio deste aquecimento na tendência. Porém, a busca por padrões de beleza irreais não tem sido mais a tônica, dando espaço para argumentos de bem-estar muito mais alinhados com a autoaceitação. As pessoas entendem cada vez mais que a diferença entre seus corpos não é ruim, passam a aceitar-se melhor e entendem que a saúde está acima da estética (mas não muito acima).

Como saber se estas tendências permanecerão em destaque?

Por entender as razões por trás das tendências, a Pronutrition evolui com projetos de pesquisa e desenvolvimento capazes de gerar primeiramente soluções, que em um segundo momento são formatados em produtos específicos, com características que favorecem o consumo funcional por parte de consumidores cada vez mais exigentes.

O desenvolvimento de formulações sob medida, adequadas aos perfis de mercado de cada um de seus clientes, permite que cada produto tenha o perfil da marca que o comercializa, herdando sua essência e entregando inovação na base competitiva. 

Separar tendências de modismos é parte deste desafio e um dos pontos mais importantes ao considerar quando se fala em perenidade, fator fundamental para que uma ideia possa evoluir para o status de oportunidade e ser efetivamente explorada comercialmente. Na Pronutrition, isso é regra de atuação e uma das razões mais evidentes do porquê nossos clientes estabelecem relações de parceria a nível estratégico.

Related Posts

Deixar um comentário